Como Investir Dinheiro
Home » Fundos Imobiliários » Fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise

Fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise

28 de abril de 2020 - 23 views Fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise

A pandemia do COVID-19, também conhecido como coronavírus, está causando efeitos catastróficos para a economia mundial. Muitas empresas estão demitindo funcionários em massa, reduzindo custos e vendo suas ações despencarem na Bolsa de Valores. Esse cenário econômico tem assustado e deixado investidores apreensivos, sendo assim, o Como Investir Dinheiro realizou uma série de análises e elaborou um artigo para você que deseja saber quais são os fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise.

Contudo, antes de entrarmos de vez nesse assunto, precisamos destacar que não estamos fazendo indicações de investimentos em fundos imobiliários, mas apenas demonstrando quais são os segmentos dos fundos imobiliários, menos afetados pela crise e que portanto podemos enquadrar dentro de uma listagem de fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise.

Além de destacar os segmentos mais sólidos nesse cenário econômico, apresentaremos algumas opções que consideramos interessantes para que você faça a sua própria análise. Destacamos ainda, que as opções aqui apresentadas, terão base nas suas probabilidades maiores quanto ao pagamento de dividendos e não em outros aspectos analíticos e econômicos.

Os Fundos Imobiliários vão quebrar?

fundos-imobiliarios-vao-quebrarAntes de falarmos a respeito dos fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise, precisamos responder a pergunta que é título deste tópico e tranquilizar você investidor. Afinal, os fundos imobiliários vão quebrar?

Quanto a uma possível quebradeira nos fundos imobiliários, os seus investidores podem ficar tranquilos. Os fundos imobiliários não vão quebrar! Fundos imobiliários investem em imóveis utilizados nos mais diversos fins comerciais, setores claramente atingidos por um momento de crise econômica e principalmente de isolamento social.

Neste cenário, muitas empresas estão fechadas, as pessoas não saem de casa para comprar, a inadimplência dispara e o dinheiro não circula. Desta forma, é natural e até compreensível que muitas empresas enfrentem dificuldades de caixa e tentem negociar seus aluguéis e até mesmo atrase os pagamentos.

Sabemos, que os fundos imobiliários sobrevivem da renda auferida pelo aluguel de seus imóveis, renda essa que é a mesma utilizada para o pagamento de dividendos. Entretanto, o seu patrimônio é formado por imóveis, que mesmo nesse período de crise, permanecerão imutáveis, ou seja, os fundos imobiliários não perderam valor em termos patrimoniais e consequentemente não quebrarão.

Entretanto, apesar de não correr o risco de falência, devido ao maior índice de inadimplência, é natural que alguns fundos suspendam o pagamento de dividendos por um período, enquanto outros acabam gerando dividendos menores que o de costume. Contudo, essa situação tende a se normalizar com a retomada da economia e da atividade das empresas.

Quais são os setores que mais sofrem com a crise?

setores-que-mais-sofrem-com-a-criseNão há como afirmar que existam segmentos em fundos imobiliários que não sofrerão com a crise, afinal os fundos imobiliários também fazem parte da economia do país. Entretanto, é possível analisar a conjuntura econômica e perceber que alguns segmentos sofrerão impactos mais severos do que outros.

Sem dúvidas e indo direto ao ponto, podemos afirmar que em termos de fundos imobiliários, os mais afetados são aqueles que investem em shoppings centers e em hotéis. Estima-se que devido a crise e as restrições de circulação de pessoas, cerca de 580 shoppings estejam fechados no país.

O número de shoppings fechados é expressivo no país e como consequência, seus lojistas não vendem e não auferem receita, o que acaba impactando na receita destes fundos imobiliários.

Os hotéis por sua vez, a sua taxa de ocupação despencar e o cancelamento de reservas crescer. Tudo isso, devido às restrições de circulação, as orientações dos órgãos de saúde voltada ao isolamento social, a falta de recursos, os pontos turísticos fechados, dentre outros aspectos.

Resumindo, sem pessoas viajando os fundos imobiliários não recebem a receita esperada dos hotéis que compõem o seu portfólio que por sua vez reduz ou deixa de pagar dividendos aos seus cotistas.

Quais são os setores que menos sofrem na crise?

setores-fundos-imobiliários

Quais os setores que sofrem menos em uma crise como essa? Quais são os fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise?

Em nossa análise, entendemos que existem 3 segmentos de fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise, mesmo que enfrentam queda na receita, são eles:

Fundos logísticos e industriais: Fundos logísticos e industriais são aqueles especializados na locação de grandes áreas para o armazenamento de cargas e operação de indústrias. Este tipo de fundo tende a ser um dos menos afetados pela crise, devido às suas características.

Galpões logísticos e industriais em sua maioria possuem contratos de longo prazo e com menor flexibilidade de negociação, além disso, por serem imprescindíveis no atendimento a necessidades básicas da população, manutenção do país e por não serem abertos ao público em geral, galpões e indústrias não devem paralisar as suas atividades.

Sendo assim, mesmo que em alguns casos haja uma redução na demanda, dificilmente este setor será afetado nas mesmas proporções que hotéis e shoppings centers e,portanto, este tipo de fundo, entra na lista dos fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise.

Lajes Corporativas: As lajes corporativas por sua vez, são espaços amplos e normalmente locados para empresas de grande porte e órgãos públicos. Este tipo de inquilino costuma possuir reservas financeiras e um alto capital de giro, o que permite que boa parte deles mantenham o pagamento em dia dos seus aluguéis, evitando assim a redução ou a suspensão do pagamento de dividendos por parte dos fundos imobiliários que investem em lajes corporativas.

Agências Bancárias: O setor bancário, surge nesta crise como uma das opções mais seguras quanto a manutenção do pagamento de dividendos em fundos imobiliários. Isso porque, mesmo com a redução da atividade econômica os bancos são essenciais e continuam em operação, não sendo justificado uma possível inadimplência.

Precisamos também, considerar que os bancos contam com excelente nível de recursos financeiros em caixa para fazer frente às suas despesas e, portanto, estão enquadrados em nossa análise, dentre os fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise.

5 fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise

Após uma longa análise, podemos destacar 5 fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise, de acordo com a nossa visão do mercado.

Destacamos mais uma vez, que esse artigo não possui a intenção de ser um indicador para possíveis investimentos em fundos imobiliários.

GGRC11 – Covepi Renda Fundo de Investimento Imobiliário

O Fundo imobiliário GGRC11 é voltado prioritariamente a investimentos em imóveis comerciais nos segmentos logísticos e industriais com 15 ativos distribuídos em 8 estados, contando com empresas importantes em seu portfólio como a Ambev, a Suzano e a Copobrás.

Com uma boa distribuição de ativos no segmento logístico / industrial, acreditamos que o GGRC11 continue pagando mensalmente seus dividendos.

ALZR11 – Alianza Trust Renda Imobiliária Fundo de Investimento Imobiliário

O ALZR11 é um fundo de investimento voltado para o segmento logístico e industrial com 7 ativos distribuídos nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo e que contam com empresas de grande importância em sua carteira de inquilinos, dentre elas a Air Liquide e a gigante do setor alimentício BRF.

Seguindo a visão de que os fundos imobiliários que investem em galpões logísticos e industriais sofrerão impactos menores com a crise, o ALZR11 deve manter o pagamento de dividendos.

KNRI11 – Kinea Renda Imobiliária Fundo de Investimento Imobiliário

O KNRI11 é um dos maiores e mais sólidos fundos imobiliários do mercado, contando com um total de 19 ativos nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

O KNRI11 tem por objetivo a exploração de empreendimentos do tipo laje comercial e galpões logísticos, segmentos que devem sofrer menores impactos nesta crise.

O alto valor patrimonial e a distribuição de ativos do KNRI11 chamam a atenção e geram maior segurança para seus investidores cotistas.

VINO11 – Vinci Offices Fundo de Investimento Imobiliário

O Fundo Imobiliário Vinci Offices tem por objeto auferir renda com a aplicação de recursos em lajes comerciais.

O patrimônio do VINO11 está dividido em 7 ativos distribuídos nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo e também pode ser uma boa opção para aqueles que procuram a manutenção do pagamento de dividendos.

SAAG11 – Santander Agências Fundo de Investimento Imobiliário

O Fundo Imobiliário Santander Agências tem por objeto a realização de investimentos em empreendimentos imobiliários de longo prazo, por meio da aquisição dos ativos imobiliários de propriedade do Banco Santander.

O SAAG11 possui em seu portfólio 28 ativos, distribuídos em 7 estados. Atuando no setor bancário, um dos menos afetados nesta crise, o SAAG11 tem tudo para manter o pagamento de dividendos, assim como outros fundos imobiliários que atuam no setor bancário.

Fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise: Conclusão

Como podemos observar ao longo deste texto, apesar do forte abalo econômico causado pela pandemia do COVID-19, alguns setores da economia sofrerão impactos menores, consequentemente com menor reflexo sobre a renda dos fundos imobiliários e sobre o pagamento de dividendos aos seus cotistas.

O Como Investir Dinheiro, acredita que os fundos imobiliários que atuam no setor logístico, industrial, bancário e de lajes comerciais são as melhores opções no atual cenário.

Esperamos que com esse artigo, tenhamos ajudado você a ter uma visão geral sobre os fundos imobiliários que continuarão pagando dividendos na crise!

Não deixe de compartilhar nossos conteúdos e nos visitar frequentemente para ficar sempre por dentro de tudo o que acontece no mercado financeiro.

Leia também: Como ganhar dinheiro na crise ?

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro