Como Investir Dinheiro
Home » Renda Fixa » Tesouro IPCA 2035, como funciona?

Tesouro IPCA 2035, como funciona?

30 de novembro de 2020 - 9 views Tesouro IPCA 2035, como funciona?

Como funciona o Tesouro IPCA 2035? O Tesouro ou Tesouro Direto, como também é conhecido, é uma modalidade de investimento da chamada renda fixa e uma das mais populares do Brasil.

Dentre as principais características das aplicações do Tesouro Direto, temos a segurança e a garantia de receber no vencimento do título o valor investido acrescido de juros e demais indicadores aplicados.

Você possui dúvidas a respeito do funcionamento do Tesouro IPCA 2035? Descubra tudo sobre o assunto, aqui no Como Investir Dinheiro!

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é uma aplicação financeira que permite ao investidores, auferir uma rentabilidade ao longo do tempo “emprestando”, dinheiro para o Governo.

Basicamente, quem aplica recursos em um dos ativos do Tesouro, como por exemplo, o Tesouro IPCA 2035, está emprestando dinheiro ao Tesouro Nacional, com a promessa de receber este valor acrescido de juros ao final do período determinado.

A grande vantagem deste tipo de investimento, reside na grande segurança que o investidor possui ao ter como credor, ninguém mais, ninguém menos, que o próprio Tesouro Nacional.

Para investir no Tesouro, seja ele o Tesouro IPCA 2035 ou algum outro título disponível, não existe muito segredo, basta que você possua conta em uma corretora de investimentos ou até mesmo em uma instituição bancária tradicional.

Muito popular, os títulos do Tesouro são oferecidos por todas as instituições que oferecem serviços de investimento.

Conheça todos os títulos do Tesouro Direto

Conheça todos os títulos do Tesouro Direto

Vamos conhecer um pouco mais sobre todos os títulos atualmente disponíveis para negociação por meio do Tesouro Direto?

  • Tesouro Prefixado 2023: O Tesouro Prefixado 2023 é o título com menor prazo atualmente disponibilizado pelo Tesouro Direto. Com vencimento previsto para 01/01/2023. No momento em que escrevíamos este conteúdo, a rentabilidade estabelecida era de 5,17% e investimento mínimo de R$ 36,01.
  • Tesouro Prefixado 2026: Com vencimento em 01/01/2026, o Tesouro Prefixado 2026 é ideal para aqueles que pretendem deixar o dinheiro aplicado por um período um pouco maior, em busca de uma rentabilidade mais atrativa. No momento em que preparamos este conteúdo, a rentabilidade oferecida por este título era de 7,44% e investimento mínimo de R$ 34,72
  • Tesouro Prefixado 2031: Com vencimento em 01/01/2031, o Tesouro Prefixado 2031 é indicado para aqueles que pretendem deixar o dinheiro aplicado por um período ainda maior, tendo como contrapartida uma rentabilidade mais interessante. No momento em que preparamos este conteúdo, a rentabilidade oferecida por este título era de 7,93% e investimento mínimo de R$ 35,38.
  • Tesouro Selic 2025: Diferentemente dos títulos anteriores, que possuem taxa de juros prefixada, temos o Tesouro Selic 2025, com vencimento para 01/03/2025 e rentabilidade atrelada ao índice SELIC. No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro Selic 2025, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 106,42, remunerado pela Taxa Selic + 0,2210%.
  • Tesouro IPCA 2026: Com o Tesouro IPCA 2026, entramos no rol de títulos remunerados com base no índice IPCA. No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2026, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 57,12, vencimento em 15/08/2026 e remuneração de 2,99% + IPCA.
  • Tesouro IPCA 2030: No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2030, tinha como investimento mínimo o valor R$ 41,50, vencimento em 15/08/2030 e remuneração de 3,40% + IPCA.
  • Tesouro IPCA 2035: Assunto principal do nosso artigo, no momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2035, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 37,92, vencimento em 15/08/2035 e remuneração de 4,10% + IPCA.
  • Tesouro IPCA 2040: No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2040, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 42,86, vencimento em 15/08/204 e remuneração de 4,11% + IPCA.
  • Tesouro IPCA 2045: No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2045, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 38,10, vencimento em 15/08/2045 e remuneração de 4,10% + IPCA.
  • Tesouro IPCA 2055: No momento em que preparamos este conteúdo, o Tesouro IPCA 2055, tinha como investimento mínimo o valor de R$ 44,17, vencimento em 15/05/2055 e remuneração de 4,29% + IPCA.

Dúvidas frequentes relacionadas ao Tesouro IPCA 2035

Dúvidas frequentes relacionadas ao Tesouro IPCA 2035

Confira agora a resposta para as principais dúvidas relacionadas ao Tesouro IPCA 2035 e outros títulos do Tesouro Direto.

Posso resgatar meus títulos no Tesouro IPCA 2035, antes do vencimento?

Sim. Uma das grandes vantagens oferecidas pelos títulos do Tesouro Direto, é justamente a liquidez que possibilita ao investidor a venda dos títulos de volta para o Governo a qualquer momento, inclusive antes da data definida para vencimento da aplicação.

No entanto, vale destacar, que ao vender os seus títulos antecipadamente, o investidor não garantirá a remuneração total estabelecida para o título em questão.

Quais são os limites de aplicação e resgate no Tesouro IPCA 2035?

O valor mínimo para aplicação no Tesouro IPCA 2035, é de aproximadamente R$ 30,00. Já o limite máximo para investimento é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por mês para um mesmo CPF, não existindo valor máximo para resgate.

Quem pode investir em títulos do Tesouro IPCA 2035?

Podem investir no Tesouro IPCA 2035, todas as pessoas que possuam CPF ativo residentes ou não no Brasil e que sejam cadastrados em alguma das Instituições Financeiras (bancos, corretoras de valores) autorizadas a operar no Tesouro Direto. 

Quais impostos são cobrados no Tesouro IPCA 2035?

Sobre o Tesouro IPCA 2035 e demais títulos do Tesouro Direto, incidem os seguintes tributos:

IOF – Imposto Sobre Operações Financeiras: Para aplicações com resgate em período inferior a 30 dias.

Imposto de Renda: Conforme tabela regressiva, em alíquotas que variam de 22,5% a 15% sobre os rendimentos.

  • 22,5%, em aplicações com prazo de até 180 dias;
  • 20%, em aplicações com prazo de 181 dias até 360 dias;
  • 17,5%, em aplicações com prazo de 361 dias até 720 dias;
  • 15%, em aplicações com prazo acima de 720 dias.

Taxa de custódia: Além dos tributos, o investidor deverá contribuir com uma taxa de custódia de 0,25% do valor investido. Exceto para investimentos de até R$ 10.000,00 no Tesouro Selic.

Vale destacar que as corretoras e instituições financeiras também podem cobrar uma pequena taxa sobre investimentos no Tesouro Direto. 

No entanto, grande parte das instituições atualmente oferece isenção para títulos do Tesouro.

Sendo assim, estamos chegando ao final deste conteúdo. Esperamos que por meio dele você possa ter esclarecido suas principais dúvidas a respeito do Tesouro IPCA 2035 e outros títulos do Tesouro Direto.

Para mais conteúdos sobre investimentos em renda fixa e renda variável e sobre o mercado financeiro em geral, continue acompanhando o Como Investir Dinheiro!

Para saber mais sobre o Tesouro IPCA 2035, acesse o site oficial do Tesouro Direto.

Até a próxima!

Tags:

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro