Como Investir Dinheiro
Home » Fundos Imobiliários » Como analisar fundos imobiliários?

Como analisar fundos imobiliários?

16 de novembro de 2020 - views Como analisar fundos imobiliários?

Você sabe como analisar fundos imobiliários? Os fundos imobiliários são ativos negociados na chamada renda variável e assim como as ações e outros investimentos neste segmento, elas oferecem possibilidades de ganhos maiores que os ativos da renda fixa.

No entanto, como contrapartida os fundos imobiliários contam com certos riscos demandando muito estudo e análise por parte dos investidores que desejam reduzir seus riscos e além disso potencializar os ganhos.

Pensando em você que está começando ou pretende iniciar nos fundos imobiliários, preparamos este conteúdo especial onde explicamos em detalhes e de forma didática como analisar fundos imobiliários. Você não poder deixar de conferir!

Como analisar fundos imobiliários: Conhecendo os indicadores mais importantes

fundos imobiliários

Analisar e encontrar os fundos imobiliários mais promissores do mercado, pode não ser uma tarefa fácil para aqueles que ainda não conhecem em detalhes os seus principais indicadores. Por isso, decidimos listar e explicar em detalhes o que cada um dos principais indicadores dos fundos imobiliários representam.

Na renda variável, seja quando investimos em fundos imobiliários, ou então quando investimos em ações a análise de indicadores torna-se algo fundamental para redução do risco e potencialização dos resultados. Sendo assim, quando o assunto é como analisar fundos imobiliários, existem indicadores que não pode ficar de fora, vejamos cada um deles:

Vacância

Começamos pelo indicador de vacância, que nada mais é do que uma representação do percentual de imóveis de um fundo imobiliário que estão disponíveis para locação. 

Logo, podemos dizer que quanto maior for o número de imóveis disponíveis, ou seja, não locados, menores serão as receitas auferidas por um fundo e consequentemente pelos seus cotistas.

Por isso, antes de decidir pela compra de cotas em um fundo imobiliário faça uma análise da sua vacância em um comparativo com outros fundos imobiliários do mesmo segmento. Em sua análise, considere avaliar o histórico completo de vacância do fundo e não apenas o momento presente. Tenha preferência por fundos imobiliários que historicamente tenham uma vacância baixa e aumente seus rendimentos.

Localização

A localização também é um aspecto muito importante quando analisamos os fundos imobiliários. Nosso país é territorialmente extenso e por isso as condições econômicas de cada região podem ser diferentes entre si.

Uma região em um momento econômico turbulento, dificilmente entregará os mesmos resultados que uma região economicamente ativa e estável. Por isso, vale a pena priorizar fundos imobiliários que contem com uma carteira de ativos bem distribuída geograficamente.

Ao menos teoricamente, quanto mais distribuída geograficamente for a carteira de um fundo imobiliário, menores serão os seus riscos para os investidores. Lembrando-se sempre, que este é apenas um dos fatores que interferem no risco e na volatilidade de um fundo imobiliário.

Dividend Yield – DY

O Dividend Yield é um dos indicadores mais importantes de um fundo imobiliário e também o mais querido e analisado pelos investidores que aplicam seus recursos em fundos imobiliários. Logo, quando se pergunta como analisar fundos imobiliários, muitos investidores respondem que o caminho mais simples se dá pela análise do Dividend Yield.

Para aqueles que ainda não sabem, o Dividend Yield é um indicador que retrata o quanto um fundo imobiliários tem distribuído em proventos para os seus cotistas. O cálculo deste indicador é realizado através de uma divisão entre os proventos pagos pelo fundo e a sua cotação atual.

Sendo assim, não podemos negar, quanto maior o Dividend Yield, maior o retorno oferecido pelo fundo e melhor para o investidor. No entanto, não podemos olhar para esse indicador isoladamente, é importante analisar todos os outros para ser mais assertivo.

Veja também: Fundos imobiliários de papel: Quais são os melhores?

Valor Patrimonial – VP

analise de fundos imobiliários

Quando o assunto são os fundos imobiliários, o indicador de valor patrimonial – VP, indica o valor total do patrimônio do fundo. Sendo assim, quanto maior o número e a avaliação dos ativos em poder do fundo, maior o seu indicador VP.

Sobre esse indicador, podemos dizer que quanto maior o seu valor, mais estável tende a ser o fundo imobiliário. No entanto, como tudo na renda variável, essa não pode ser uma regra a ser seguida de olhos fechados.

P/VP

Podemos dizer sem medo de errar que quando o assunto é como analisar fundos imobiliários, o indicador P/VP é um dos mais importantes. O seu valor é encontrado por meio da divisão entre o preço de mercado da cota e o seu valor patrimonial.

Para o investidor é interessante comprar fundos imobiliários com P/VP abaixo de 1, pois isso indica que o fundo imobiliário está sendo negociado com deságio, ou seja abaixo do seu valor de mercado.

Comprando um fundo imobiliário com P/VP abaixo de 1, o investidor pode ter maiores chances de ganhar não somente com os proventos, mas também com a valorização das suas cotas.

Por outro lado, fundos imobiliários com P/VP muito acima de 1, estão negociados com ágio, ou seja, acima do seu preço ideal.

Agora, que você já sabe o que é o indicador P/VP e como fazer a sua análise, destacamos mais uma vez que não recomendamos a sua análise isolada.

Liquidez

O indicador de liquidez é o último a ser comentado neste conteúdo, no entanto, isso não significa que ele seja menos importante que os demais. Na verdade, a liquidez é muito importante em qualquer investimento e não somente nos fundos imobiliários.

De forma resumida e didática, podemos dizer que a liquidez indica o quanto é fácil e rápido transformar as cotas de um fundo imobiliário em dinheiro. Imagine, que você por algum motivo deseje vender as suas cotas em um determinado fundo imobiliário, será que seria uma tarefa fácil e rápida?

A resposta para a pergunta do parágrafo anterior está diretamente relacionada com a liquidez do fundo imobiliário em questão. Dizer que um fundo têm alta liquidez, é o mesmo que dizer que ele possui um bom volume de negociações diárias e pode ser vendido rapidamente quando necessário.

Por outro lado, um fundo com baixa liquidez é aquele onde são negociadas poucas cotas diariamente, o que naturalmente torna mais difícil realizar a venda das cotas com agilidade e facilidade.

Gostou das nossas dicas sobre como analisar fundos imobiliários? Então, continue acompanhando os conteúdos e novidades do Como Investir Dinheiro!

Nos incentive a continuar produzindo conteúdos que facilitam a vida do investidor, compartilhando os nossos conteúdos nas suas redes sociais!

Até a próxima!

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro