Como Investir Dinheiro
Home » Ações » Como declarar ações e investimentos no imposto de renda

Como declarar ações e investimentos no imposto de renda

13 de março de 2021 - 4 views Como declarar ações e investimentos no imposto de renda

O prazo para enviar as declarações do ano base de 2020 já começou e, como sempre, muitas dúvidas surgem sobre quem tem obrigatoriedade de fazer essa declaração, e como ela deve ser feita. Por isso, neste conteúdo, o Como Investir Dinheiro, vai abordar um assunto que também gera muitas dúvidas: como declarar ações e investimentos no imposto de renda.

O prazo para enviar a declaração começou no dia 1º de março de 2021, e vai até o dia 30 de abril de 2021. Por isso, é importante ficar atento e resolver todas as dúvidas antes que o prazo expire.

Devem declarar Imposto de Renda todas as pessoas que tiveram renda tributável em valor superior a R$ 28.559,70 no ano-calendário 2020. Contudo, é preciso ter atenção, pois quem realizou alguma operação na bolsa de valores também precisa declarar, mesmo que não tenha tido rendimentos superiores ao valor indicado acima.

Qualquer pessoa que tenha comprado uma ação na bolsa de valores precisa declarar, ainda que não tenha atingido o limite anual de rendimento, e mesmo que não tenha obtido lucros na aplicação que fez na bolsa de valores.

Enfim, você quer saber mais sobre como declarar ações e investimentos no imposto de renda? Então, continue lendo este artigo e esclareça todas as suas dúvidas!

Quando o lucro é considerado tributável?

Quando o lucro é considerado tributável?

Em primeiro lugar, para declarar ações e investimentos é juntar todas as notas de corretagem das operações feitas no ano. Pois elas contêm as informações necessárias para calcular, declarar as movimentações feitas na Bolsa de Valores.

Em seguida, é necessário fazer o cálculo dos lucros. Para isso, é necessário somar o valor da compra com as taxas pagas para a compra do ativo, chegando ao custo de aquisição. Em seguida, deve-se subtrair o valor da venda do ativo menos as taxas. Assim, chega-se a um valor final de lucro ou prejuízo.

Para saber se o lucro é tributável, é necessário identificar o tipo de operação feita. No caso das operações em ações ou ouro em swing trade (caso em que as compras são feitas em dias diferentes), o contribuinte fica isento do imposto de renda quando o valor da das ações tiver um valor menor que R$ 20.000,00 no mês. Então, se o valor ultrapassar os R$ 20 mil no mês será considerado um lucro tributável.

Nos casos das operações day trade (quando as compras acontecem no mesmo dia, em um intervalo menor que 24 horas), não há isenção de imposto nem quando o lucro for abaixo de R$ 20 mil. O mesmo acontece com investimentos feitos em outros ativos como ETFs e BDRs, que são todos tributáveis.

Contudo, é necessário estar atento sobre como declarar ações e investimentos no imposto de renda. Pois deve-se informar na declaração também os meses isentos.

A seguir, apresentaremos as orientações sobre como declarar ações e investimentos no Imposto de Renda conforme suas especificidades.

Passos para declarar ações em carteira no IR

Para declarar ações que que possui na carteira de investimentos, em primeiro lugar, é necessário acessar no sistema de declaração da Receita Federal uma aba com a opção “Bens e Direitos”. Nessa aba, selecione a opção “Novo”, onde se abrirá um campo para inserir as informações.

Em seguida, preencha as informações solicitadas. Será necessário incluir dados pessoais e informações sobre a atividade que está realizando. Os campos são os seguintes:

  • Código: deverá ser selecionado o código 31, que é referente a ações. A opção está descrita da seguinte forma: “31 – Ações (Inclusive as provenientes de linha telefônica).
  • Localização: deixe a opção padrão que é “105 – Brasil”.
  • CNPJ: deve ser informado o número do CNPJ da empresa de onde comprou a ação.
  • Discriminação: nessa opção, descreva a posição e cite a quantidade de ações, colocando o preço médio.

O último passo é informar a posição durante o ano em reais. Para inserir essa informação, não considere a cotação atual da ação, mas sim o valor médio da posição. O valor a informar deve ser correspondente ao preço médio de compra da ação, menos o valor dos custos operacionais.

Declarando operações de curto prazo não tributáveis no IRPF

Qualquer operação com duração média de 1 a 5 dias, feitas na Bolsa de Valores são de curto prazo. Outro nome dado para esse tipo de operação é swing trade. Ou ainda operações normais.

Esse tipo de ação pode ser classificado em dois grupos para fins de Declaração de Imposto de Renda: transações tributáveis (quando o valor da venda de ações ultrapassa R$ 20 mil), e transações não tributáveis (quando o valor das vendas das ações não ultrapassa R$ 20 mil em um mês).

Para declarar as operações de curto prazo não tributáveis, você deve acessar a aba “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” no sistema de declaração do IR. Então, você deve clicar nessa opção para continuar.

Em seguida, selecione o item “20. Ganhos líquidos em operações no mercado à vista de ações negociadas em Bolsas de Valores, nas alienações realizadas até R$ 20 mil por mês, para um conjunto de ações”.

Por último, preencha as informações “Tipo de beneficiário” com a opção “Titular”; insira o seu CPF e nome completo, e o valor. Para calcular o valor, você deve somar o valor da compra com as taxas pagas para a compra do ativo, para saber o custo de aquisição. Do custo de aquisição, subtraia o valor da venda do ativo menos o valor das taxas.

Como declarar ações e investimentos no imposto de renda – operações de curto prazo e operações Day Trade tributáveis

Para declarar as ações tributáveis, sejam de que tipo elas forem, você deve seguir os seguintes passos.

O primeiro passo é selecionar a opção “Operações Comuns / Day-Trade” dentro da seção “Renda variável” no sistema de declaração do Imposto de Renda.

Em seguida, declare os resultados consolidados mensais de forma separada. Depois de preencher todos os meses, é necessário preencher o campo descrito como “Consolidação do mês”. Use as informações presentes nas notas de corretagem para realizar o preenchimento.

É muito importante saber como declarar ações e investimentos no Imposto de Renda, para evitar multas e problemas com o Fisco. Manter em dia essa declaração é fundamental para aproveitar seus rendimentos dos investimentos, sem correr o risco de criar problemas com a Receita Federal que te façam perder dinheiro.

Você pode aproveitar melhor os seus investimentos se adotar ações responsáveis, como declarar ações e investimentos de forma correta no Imposto de Renda.

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro