Como Investir Dinheiro
Home » Fundos Imobiliários » Fundo Imobiliário EDGA11, Vale a pena investir?

Fundo Imobiliário EDGA11, Vale a pena investir?

9 de outubro de 2020 - 96 views Fundo Imobiliário EDGA11, Vale a pena investir?

Será que vale a pena investir no fundo imobiliário EDGA11? Quais os ativos deste fundo? Qual o seu histórico quanto ao pagamento de dividendos? 

Neste artigo, o Como Investir Dinheiro apresentará detalhes sobre o EDGA11, portanto se você é um investidor que está sempre atento a tudo o que acontece no mercado dos fundos imobiliários. Não deixe de ler esse artigo!

Conhecendo o Fundo Imobiliário EDGA11

o EDGA11 é um Fundo Imobiliário do tipo tijolo que foi constituído em março de 2012, tendo como seu único ativo, o Edifício Galeria, um imóvel corporativo classe A, localizado localizado na Rua da Quitanda 86, bem no centro da cidade do Rio de Janeiro.

O imóvel em questão, possui área bruta locável de 24.834,90 m² e área privativa de 24.522,683 m², distribuídos da seguinte forma: 

Andar térreo e subsolo com área bruta locável e área privativa de 2.808,57 m² onde está implantado um mall com diversas lojas.

Lajes corporativas distribuídas em 8 pavimentos, totalizando uma área locável de 22.026,33 m².

Administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, o fundo imobiliário EDGA11 tem por objetivo auferir renda e distribuir rendimentos aos seus cotistas por meio da locação das suas lojas e lajes corporativas para empresas.

Para gerir o fundo que conta com um patrimônio líquido de R$ 300 milhões o BTG Pactual recebe uma taxa de administração de 0,20% ao ano sobre o total de ativos com valor mínimo mensal de R$ 30.000,00 corrigido pelo IGPM.

Histórico de dividendos do Fundo Imobiliário EDGA11

Analisando o histórico recente podemos afirmar que o  fundo imobiliário EDGA11 não é uma das melhores opções para os investidores que desejam aplicar recursos em ativos que gerem alta rentabilidade.

Com Dividend Yield e P/VP atuais de apenas 0,38%, o EDGA11 vem sofrendo forte desvalorização e também queda considerável em termos de rentabilidade. Negociado em um patamar superior aos R$ 110,00 na sua entrada na Bolsa de Valores, hoje suas cotas são negociadas na ordem dos R$ 30,00 reais.

Quanto aos dividendos, os últimos resultados também não animam o investidor, afinal o EDGA11 que já chegou a pagar R$ 0,93 centavos em dividendos neste ano de 2020 até o momento a distribuição de dividendos mensais ficou entre R$ 0,05 e R$ 0,26 centavos por cota.

Confira os dividendos pagos pelo EDGA11 aos seus cotistas em 2020:

  • Janeiro: R$ 0,19
  • Fevereiro: R$ 0,16
  • Março: R$ 0,12
  • Abril: R$ 0,11
  • Maio: R$ 0,09
  • Junho: R$ 0,05
  • Julho: R$ 0,26
  • Agosto: R$ 0,12

Ativo e ocupação física do Fundo Imobiliário EDGA11

Conforme citamos anteriormente o fundo imobiliário EDGA11 conta com apenas um imóvel sobre a sua gestão, o Edifício Galeria, que atualmente conta com uma ocupação física de apenas 58,3% das suas lajes corporativas.

Para o investidor o baixo índice de ocupação pode ser preocupante, afinal os rendimentos pagos pelo fundo imobiliário possuem como base a renda obtida com a locação das salas comerciais do imóvel.

Merece destaque também a falta de diversificação do fundo, outro fator preocupante e que inevitavelmente acaba expondo o capital do investidor a riscos maiores, levando em consideração que a diversificação é um dos pontos chaves para minimizar os riscos de investimentos da renda variável.

As expectativas dos investidores sobre o EDGA11 no longo prazo

O Edifício Galeria possui imponência, excelente estrutura e está localizado bem no centro da cidade do Rio de Janeiro, o que combinado ao valor extremamente reduzido das suas cotas pode ser uma excelente escolha para compor uma carteira de alto risco.

É preciso considerar que antes da pandemia a ocupação física do Edifício Galeria era maior, sendo superior aos 70%, assim como o valor das suas cotas que no inicio do ano chegaram a ser negociadas no patamar dos R$ 60,00.

Considerando que no pós pandemia, o mercado empresarial e imobiliário possa se aquecer, o EGDA11 passa a ser uma boa opção. Caso alcance ao menos o valor de negociação das suas cotas no início deste ano, apenas com essa valorização o investidor arremataria uma rentabilidade de 100% do valor investido, isso sem considerar os futuros dividendos.

Vale a pena investir no Fundo Imobiliário EDGA11?

Conforme detalhado ao longo da nossa análise o fundo imobiliário EDGA11 vem passando por um período difícil, com forte declínio no seu valor de mercado e também em relação ao pagamento de dividendos.

Composto por um único ativo, o EDGA11 pode ser visto como um fundo imobiliário de alto risco e muito suscetível às oscilações do mercado, como é o caso da pandemia da COVID-19, que impactou significativamente os seus últimos resultados.

Sendo assim, com base na nossa análise, acreditamos que o fundo imobiliário EDGA11 não seja a melhor opção para o investidor que está preocupado em garantir tranquilidade, segurança e bons rendimentos.

Por outro lado, suas cotas podem compor a carteira de alto risco de investidores agressivos e que portanto não se importam em talvez perder um pouco agora com a expectativa de obter ganhos substanciais no médio prazo. Isso porque, com uma possível recuperação do mercado imobiliário e também da economia da cidade do Rio de Janeiro, é bem provável que o fundo sofra uma significativa valorização.

Sendo assim, cabe única e exclusivamente a cada investidor com base nos seus objetivos analisar o fundo imobiliário EDGA11 e decidir por apostar no alto risco em busca de uma possível rentabilidade exponencial ou ser mais conservador optando por não aplicar recursos no EDGA11 neste momento de incertezas.

Qual a sua opinião a respeito do EDGA11? Você investiria nesse fundo imobiliário no atual cenário? Compartilhe essa análise do Como Investir Dinheiro e discuta o assunto com outros investidores.

Afinal, seria o fundo imobiliário EDGA11 uma boa opção?

Observação: O Como Investir Dinheiro alerta que esse conteúdo não tem o objetivo de indicar qualquer tipo de investimento, mas sim, oferecer conteúdo gratuito e de qualidade aos seus leitores, ao quais cabe única e exclusivamente a responsabilidade pela realização de suas próprias análises.

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro