Como Investir Dinheiro
Home » Ações » IRBR3 caiu mais de 30%, o que está acontecendo?

IRBR3 caiu mais de 30%, o que está acontecendo?

15 de março de 2020 - 63 views IRBR3 caiu mais de 30%, o que está acontecendo?

As ações da IRB Brasil, IRBR3 estão caindo de forma acelerada e muitos internautas e investidores estão em busca de informações sobre este fenômeno. Engana-se quem pensa que a queda esteja ligada às turbulências recentes enfrentadas pelo mercado financeiro mundial.

No início do mês passado, as ações da IRB Brasil eram cotadas em um patamar superior aos R$ 40,00 reais, entretanto os papéis da empresa, começaram a sofrer uma grande desvalorização, alcançando atualmente valores muito próximo aos R$ 10,00 por ação unitária. Se você quer conhecer a IRBR3 e entender o que está por trás desta grande queda em suas ações e valor de mercado, não deixe de acompanhar este artigo até o final!

Quem é o IRB Brasil RE – IRBR3

irbr3-cotaçãoO IRB Brasil resseguros é uma empresa de capital aberto e líder no mercado de resseguros na América Latina, ocupando um posto de destaque entre as 10 maiores resseguradoras do mundo em valor de mercado, pelo menos até o início do mês de fevereiro, quando a empresa era avaliada em cerca de 28 bilhões de reais.

Atualmente, a empresa conta com sede no Rio de Janeiro e escritórios em São Paulo, Buenos Aires e Londres.

O IRE Brasil Resseguros foi criada no ano de 1939, por Getúlio Vargas, a ideia inicial era a de reter no país, os riscos das empresas nacionais, que até então eram negociados com seguradoras do exterior. A empresa manteve o seu monopólio até o ano de 2007, quando o Congresso reabriu o mercado de resseguros através de uma lei complementar, passando para a Susep – Superintendência de Seguros Privados a responsabilidade de regular o mercado e classificando o IRB como um ressegurador local.

Em 2013 o IRB, foi privatizado, deixando, portanto, de atuar sob a responsabilidade do governo e passando para as mãos da iniciativa privada. Alguns anos depois em 2017 a empresa anunciou a sua entrada na Bolsa de Valores, sendo negociada através do ticket IRBR3, movimentando neste momento cerca de R$ 2 bilhões com a venda de ações dos acionistas controladores.

Qual o papel de uma resseguradora na economia de um país?

Sempre que precisamos resguardar um bem importante do nosso patrimônio, contra diversos eventos, como fenômenos da natureza, acidentes ou mesmo furtos, recorremos a uma seguradora. Isso acontece, por exemplo com nosso carro, casa, dentre outros bens materiais e até mesmo em relação a nossa saúde física como é o caso dos seguros de vida.

Quando desejamos contar com a garantia de que não ficaremos no prejuízo no caso de um fato indesejado e inesperado, tratamos logo de realizar uma cotação e pesquisa de preços para encontrar a melhor solução em termos de seguro para garantir a segurança do nosso patrimônio. Com esta simples introdução, você já deve estar começando a entender o importante papel de uma resseguradora, mas agora vem a seguinte pergunta, esclarecedora: E as seguradoras, a quem elas recorrem? É possível contratar um seguro do seguro? Pode parecer estranho, mas a resposta para esta pergunta, é sim, sem dúvidas, é possível.

Este é, portanto, o papel de uma resseguradora, que de forma resumida contribui para a absorção de riscos e garantia da saúde financeira das companhias seguradoras atuantes no Brasil. Segundo a IRBR3, a empresa oferece cobertura para riscos em todas as linhas de negócios do mercado ressegurador.

Ao assumir riscos, as seguradoras buscam garantias para honrar seus compromissos em caso de perdas. Por isso, elas repassam às resseguradoras partes da responsabilidade associada aos prêmios dos seguros comercializados.

Existem inúmeras vantagens relacionadas ao mercado de resseguros, como o aumento da capacidade de absorção de riscos, a manutenção da saúde financeira das seguradoras e a proteção para catástrofes.

O resseguro é, portanto, uma atividade que traz segurança para todas as partes envolvidas e tem papel fundamental na viabilização de grandes projetos, contribuindo de maneira imprescindível para o desenvolvimento econômico. ​

Linhas de negócios atendidas pela IRBR3

ações-irbr3Conheça as linhas de negócios atendidas pela IRB Brasil Resseguros

  • Riscos Aeronáuticos
  • Riscos Diversos
  • Riscos de Engenharia
  • Riscos Contratuais
  • Riscos Financeiros
  • Riscos na Exploração de Óleo e Gás
  • Property
  • Responsabilidade Civil
  • Riscos Rurais
  • ​Transportes e Marítimos
  • Vida e PrevidênciaComo podemos observar a IRBR3, conta com uma linha completa de resseguros, atendendo as mais diversificadas necessidades do setor de seguros do Brasil.Agora, que você já conhece as atividades desenvolvidas pela IRBR3 e entende como funciona o mercado de resseguros, é hora de entender o que tem levado, uma empresa com 80 anos de mercado e consolidada como a IRB Brasil Resseguros, a sofrer uma desvalorização acentuada como a que vem ocorrendo atualmente na Bolsa de Valores.

Entenda os motivos que levaram a forte queda das ações na Bolsa de Valores

irb-brasil-quedaA queda abrupta das ações da IRBR3 está ligada diretamente a uma possível manipulação do mercado de ações e dos resultados da companhia. Tudo começou, quando no dia 26 de fevereiro, o Jornal “O Estado de S.Paulo”, publicou uma matéria, informando que entre os dias 6 e 18 de fevereiro a Berkshire Hathaway, mega empresa do renomado investidor Warren Buffet, teria triplicado a sua posição na IRB Brasil Resseguros, com uma participação de aproximadamente R$ 900 milhões de reais, segundo o jornal.

Após a notícia, as ações da empresa subiram 6,65% em um mesmo dia, na Bolsa de Valores, na contramão do mercado que vinha amargando fortes perdas em virtude do coronavírus.

Em uma teleconferência realizadas antes da abertura do mercado, no dia 02 de março, a IRB chegou a confirmar a compra de ações pela Berkshire Hathaway, no entanto, há algo muito estranho em toda esta história, pois a Berkshire Hathaway divulgou uma nota em que informa que nunca deteve ou pretende deter ações da IRB Brasil Resseguros.

“Surgiram relatos recentes na imprensa brasileira que a Berkshire Hathaway Inc. teria se tornado acionista da IRB Brasil. Esses relatos são incorretos. A Berkshire Hathaway não é atualmente um acionista da IRB, nunca foi acionista da IRB e não tem intenção de se tornar acionista da IRB”, salientou a Berkshire Hathaway, em um documento assinado pelo vice-presidente financeiro da empresa, Mar D. Hamburg.

Mas, se engana quem pensa que foi apenas este acontecimento, o responsável pela forte queda nas ações IRBR3. No dia 26 de fevereiro, a gestora Squadra, publicou uma carta aos seus cotistas em que citava uma possível fraude no balanço contábil apresentado pela IRB.

Veja parte do conteúdo, publicado pela Squadra:

“Em nossa opinião, existem indícios que apontam para lucros normalizados significativamente inferiores aos lucros contábeis reportados nas demonstrações financeiras da Companhia.

“Ainda sobre nosso portfólio short, mais recentemente, tem nos intrigados a excepcional rentabilidade, baixa volatilidade e alta previsibilidade guiada para uma empresa do setor de seguros.”

“Chama atenção que tenhamos no Brasil a empresa distanciadamente mais rentável e mais cara do mundo no segmento.”

“Nos indagamos se os resultados correntes refletem de fato a real lucratividade do negócio. Ao longo do último semestre, esse novo investimento se tornou uma das nossas principais posições short.”

No dia 02 de fevereiro a Squadra publicou uma nova carta em que afirmava que a rentabilidade normalizada do IRB é muito menor do que o mercado acredita, destacando algumas razões. Logo após, a IRB Brasil Resseguros, publicou um comunicado em sua defesa, afirmando para o mercado que as demonstrações financeiras da companhia seguem normas contábeis e rigorosas de governança. A IRB indicou ainda, um possível interesse financeira da Squadra na desvalorização dos papéis IRBR3.

No mesmo dia a Squadra, divulgou novo comunicado mantendo a sua posição e opinião sobre os resultados contábeis apresentados pela IRB Brasil, sendo assim, as ações da empresa enfrentaram forte queda, em meio às desconfianças e incertezas.

Para piorar ainda mais a situação da empresa e a desconfiança do mercado, no dia 28 de fevereiro, a IRB anunciou, por meio de um comunicado sem muitos detalhes, a renúncia de Ivan de Souza, então presidente do Conselho de Administração da companhia.

Voltando ao assunto relacionado a aquisição de ações da IRB pela Berkshire Hathaway, a Companhia divulgou um comunicado no seguinte teor:

“Já com relação ao questionamento acerca da participação acionária no IRB Brasil RE de empresas que integram o Grupo Berkshire Hathaway, informamos que fizemos uma análise criteriosa na base acionária da Companhia na posição de 27.02.2020 e verificamos que o referido grupo investidor não é acionista que detenha percentual mínimo de 5% das ações da Companhia, hipótese em que a aquisição deve ser divulgada ao mercado.”

Vale destacar ainda, que no dia 18 de fevereiro, a IRBR3 divulgou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2019, reportando um lucro líquido de R$ 632,2 milhões, resultando em um crescimento de 69,5% se comparado com o mesmo período do ano passado.

Este resumo de fatos aqui narrados, geraram grande desconfiança do mercado e são os grandes motivadores da queda acentuada nos papéis da IRBR3, um reflexo do temor e cautela de investidores em relação a empresa. E você, concorda com a desconfiança do mercado em relação a IRB Brasil Resseguros?

Leia também: Circuit breaker, alta do dólar e queda do Petróleo, Pânico na Bolsa! O que fazer?

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro