Como Investir Dinheiro
Home » Bancos » Fim do DOC e do TED: Conheça o PIX, a nova forma de pagamento do Banco Central

Fim do DOC e do TED: Conheça o PIX, a nova forma de pagamento do Banco Central

11 de março de 2020 - 25 views Fim do DOC e do TED: Conheça o PIX, a nova forma de pagamento do Banco Central

Com o avanço da tecnologia, novos recursos são criados para facilitar a vida das pessoas e acelerar o desenvolvimento da humanidade e o PIX é mais um dentre estes recursos. Neste artigo, saiba tudo a respeito da nova forma de pagamento e recebimentos desenvolvida pelo Banco Central. Será o fim do DOC e do TED ?

Fim do DOC e do TED: Conheça o PIX

A nova forma de pagamentos e transferências foi anunciada recentemente pelo Banco Central, indicando o fim do DOC e do TED, que até então são as formas tradicionais para transferências de recursos entre contas e bancárias e instituições financeiras. Além disso, pretende-se reduzir a utilização de outras formas de pagamento como boletos, cartão de crédito e até mesmo dinheiro em espécie.

Segundo o Banco central, através do PIX será possível processar as transações de forma praticamente instantânea e em qualquer hora do dia ou da noite, pois o sistema funcionará durante 24 horas, diferente do TED e do DOC que possuem horários específicos de funcionamento e prazos para compensação dos recursos.

“Com o PIX será possível enviar e receber quantias instantaneamente a partir de diversos meios, inclusive aplicativos em smartphones, a qualquer hora do dia e da noite”, segundo Carlos Eduardo Brandt, chefe adjunto no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro, do Banco Central.

O PIX, está previsto para chegar ao mercado no fim deste ano e atualmente encontra-se em período de testes. A nova plataforma do Banco Central permitirá a realização de transferências imediatas entre contas correntes com o uso da tecnologia QR Code.

Em uma publicação em seu perfil oficial no Twitter, O presidente da República, Jair Bolsonaro, deu alguns detalhes sobre o PIX, veja:

“Com o PIX, o brasileiro terá mais uma alternativa para efetuar transações, além dos modelos tradicionais já existentes. Pagamentos e transferências instantâneas serão realidade no Brasil.

(O sistema) vai permitir o envio e o recebimento de quantias de forma rápida, inclusive em smartphones. O dia e a hora da transação não importarão, nem se o solicitante e o recebedor da operação têm conta no mesmo banco”, escreveu o presidente”

Bancos e demais instituições financeiras que possuam uma carteira com mais de 500 mil clientes devem se adequar ao PIX até o dia 16 de novembro, data prevista para que o sistema entre efetivamente em funcionamento.

Com a nova tecnologia espera-se ainda, que as transações realizadas entre diferentes instituições financeiras, tenham custos ao consumidor menores do que os praticados atualmente para DOCs e TEDs.

O PIX promete ser uma forma de pagamento inclusiva, sendo desenvolvida para uso geral, facilitando não só a vida de pessoas físicas, mas também jurídicas. O próprio governo considera-se um potencial beneficiado pelo novo sistema de transferências e pagamentos.

Com o PIX, você também poderá realizar pagamentos de compras presenciais e na internet, pagamento de faturas e contas de consumo e até mesmo de serviços públicos e tributos. Não existem dúvidas, o PIX é uma revolução que promete anunciar o fim do DOC e do TED, além dos boletos bancários.

Funcionamento do Pix

Conheça o funcionamento da nova plataforma de pagamentos do Banco Central, veja nas imagens abaixo, a praticidade oferecida pelo sistema.

fim-do-doc-e-do-ted

1º Passo: O usuário acessa o aplicativo da instituição onde tem conta e clica na opção de pagamento instantâneo.

2º Passo: Define se será pagamento ou recebimento.

3 Passo: Ao definir pagamento, seleciona o tipo de chave para definir o recebedor (Celular, CPF/CNPJ ou e-mail).

novo-sistema-de-pagamento-pixFonte: Banco Central

4º Passo: A seleção da chave retorna os dados do recebedor,o usuário insere o valor e a sua senha para autenticar o pagamento.

5º Passo: As informações da transação são confirmadas tanto para o pagador, como para o recebedor.

Fim do DOC e do TED: Vantagens do Sistema PIX

Conheça agora, as principais vantagens do sistema PIX de pagamentos, desenvolvido pelo Banco Central:

  • Mais rápido, barato e seguro
  • Maior praticidade (uso da lista de contatos de celular ou de QR Code para iniciar pagamentos);
  • Solução de pagamento simplificada (só precisa de dispositivo digital para realizar o pagamento, dispensa, uso de cartão, folha de cheque, cédulas, maquininhas, etc);
  • Possibilidade de integração e outros serviços no smartphone;
  • Custo de aceitação menor que dos demais meios eletrônicos;
  • Disponibilização imediata dos recursos, o que tende a reduzir necessidade de crédito;
  • Facilidade de automatização e de conciliação de pagamentos;
  • Facilidade e rapidez de checkout (não tem necessidade de POS para passar o instrumento de pagamento ou de um caixa para dar troco).

Principais características do PIX

Disponibilidade: Pagamentos instantâneos poderão ser realizados 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias do ano, inclusive sábados, domingos e feriados.

Conveniência: Experiência facilitada para o usuário. Iniciação, conciliação e confirmação de pagamentos centrados nas necessidades dos usuários.

Velocidade: Recursos disponíveis para os recebedores em poucos segundos.

Segurança: Transações cursadas na rede do Sistema Financeiro Nacional e utilização de meios inovadores e seguros para autenticação digital.

Ambiente aberto: Estrutura flexível e aberta de participação, a fim de garantir o acesso e o surgimento de participantes que ofertam serviços inovadores e diferenciados que atendam às necessidades dos usuários finais.

Multiplicidade de casos de uso: Poderão ser realizados pagamentos de qualquer tipo e valor, incluindo transferências entre pessoas e ou empresas; pagamento de bens e serviços em estabelecimentos comerciais e no comércio eletrônico e transferências envolvendo o governo.

Fluxo de dados com informações agregadas: Informações importantes para a conciliação poderão cursar com a ordem de pagamento, facilitando a automatização e o surgimento de novos modelos de negócio.

Quem poderá utilizar os serviços da plataforma PIX?

A plataforma PIX promete facilitar a realização de transações financeiras e promover a inclusão das pessoas. Todo o processo de pagamento poderá ser realizado em apenas alguns cliques na tela do smartphone, de forma rápida e totalmente segura.

Veja quem poderá utilizar os recursos da nova plataforma para pagamentos e recebimentos. Os pagamentos instantâneos poderão ser realizados:

  • Entre pessoas (Física ou Jurídica);
  • Entre pessoas e estabelecimentos comerciais, incluindo comércio eletrônico;
  • Entre estabelecimentos, como pagamentos de fornecedores, por exemplo;
  • Para transferências envolvendo entes governamentais, como pagamentos de taxas e impostos;
  • Pagamentos de salários e benefícios sociais, convênios e serviços.

Tipos de QR Code que serão utilizados na plataforma PIX

sistema-de-pagamento-PIXFonte: Banco Central

QR CODE Estático: O QR Code estático poderá ser usado em múltiplas transações e permitirá a definição de um valor fixo para um produto ou a inserção do valor pelo pagador. Esta modalidade será utilizada para a realização de transferências entre duas pessoas, por exemplo.

QR CODE Dinâmico: O QR Code dinâmico será utilizado exclusivamente para a efetivação de uma única transação e permitirá a inserção de informações adicionais, facilitando a conciliação e automação comercial. Ele servirá para o pagamento de compras em supermercados, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais.

Exigências do Banco Central quanto ao PIX

Visando garantir a facilidade na realização de transações financeiras com o uso do PIX, o Banco Central anunciou algumas exigências e adequações necessárias por parte das instituições financeiras, veja:

Acesso Rápido: Os pagamentos instantâneos devem ser disponibilizados, em aplicativo exclusivo ou, no caso de aplicativo compartilhado, o acesso deve estar na tela inicial, após o login, com não menos destaque que qualquer outra funcionalidade de pagamento ou de transferência.

Praticidade: As validações de segurança do pagamento instantâneo não devem gerar mais ações para os usuários do que aquelas que a instituição participante do arranjo exige para outras formas de pagamento. Recomenda-se ainda, que as opções de pagamento via PIX sejam disponibilizadas antes do login no app do banco.

Inclusão: Devem ser oferecidas ao usuário todas as três formas para inicialização de um pagamento, sendo elas: Inserção de chave de pagamento, leitura de QR Code e inserção de agência e CPF/CNPJ do usuário recebedor.

Simplificação: Quando o usuário desejar pagar por chave, não deverão ser solicitadas mais informações sobre o usuário recebedor além da própria chave escolhida (CPF/CNPJ ou número de telefone celular ou e-mail).

A seleção da chave deve retornar os dados do usuário recebedor para conferência: nome completo, nome da instituição, CPF/ CNPJ, valor e opções para confirmação e cancelamento da transação.

Confirmação: Usuários, pagador e recebedor, devem receber notificação, assim que houver a conclusão da transação. Os dados da transação também deverão ficar disponíveis no extrato bancário conforme legislação em vigor.

Nossas considerações a respeito do PIX

Reunimos neste artigo todas as informações divulgadas até o presente momento sobre a nova forma de pagamento desenvolvida pelo Banco Central – PIX.

Com base nas informações que tivemos acesso, visualizamos o PIX como uma ferramenta que decretará o fim do DOC e do TED. Acreditamos ainda, que este novo mecanismo poderá trazer muitas vantagens a todos os usuários do serviço, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

Através do PIX, esperamos que as tarifas relacionadas a diversos tipos de transações financeiras sejam significativamente reduzidas ou até mesmo zeradas. Além disso, acreditamos que a ferramenta será capaz de agilizar diversos processos que dependam da compensação de pagamentos, facilitando a vida das pessoas e empresas.

E você, o que espera à respeito do PIX? Também acredita no fim do DOC e do TED?

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Como Investir Dinheiro